| Login | Crie o seu Jornal Online FREE!

Clipping CMH
Desde: 11/11/2014      Publicadas: 6931      Atualização: 06/09/2017

Capa |  Hortolândia  |  Política  |  RMC/RPT


 Política

  14/07/2017
  0 comentário(s)


CCJ rejeita parecer favorável a avanço de denúncia

CCJ rejeita parecer favorável a avanço de denúncia
A Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) da Câmara rejeitou o parecer que pedia a admissibilidade da denúncia contra o presidente Michel Temer. Por 40 votos a 25, os membros do colegiado derrubaram o relatório de Sérgio Zveiter (PMDB-RJ), que autorizava o prosseguimento da acusação pelo crime de corrupção passiva perante o Supremo Tribunal Federal (STF). Foi registrada uma abstenção.
A denúncia foi elaborada pela Procuradoria-Geral da República (PGR) e encaminhada pelo STF à Câmara, a qual cabe autorizar ou não se o presidente pode ser investigado pela Corte. A primeira etapa da análise é feita pela CCJ, que agora deve designar um novo relator que faça um parecer com mérito divergente em relação ao de Zveiter.
Desde o início da tramitação do processo, 11 deputados já apresentaram votos em separado, dos quais seis são contrários à aceitação da denúncia. Por isso, o presidente da comissão, Rodrigo Pacheco (PMDB-MG), pode designar um dos autores desses pareceres ou escolher um novo relator para acolher a posição majoritária dos deputados contra a admissibilidade da denúncia.
Independente da decisão da CCJ, o parecer que for aprovado pelo colegiado deve ser ainda analisado pelo plenário da Câmara. Uma vez no plenário, a denúncia precisa ter o apoio de pelo menos 342 votos para ter prosseguimento na Justiça ou para ser interrompida.
Ainda durante a fase de debates, deputados da oposição já esperavam a derrota e lamentaram o que consideram como “resultado artificial”, em referência às trocas de membros da CCJ que foram feitas pela base governista. Desde que a semana em que a denúncia chegou à Câmara, 25 dos 66 integrantes da comissão foram substituídos.
O relator Zveiter também se manifestou previamente de forma crítica sobre o resultado negativo. Os governistas comemoram e consideram que a decisão de não aceitar a denúncia, que ainda deve ser referendada pelo plenário, pode trazer estabilidade ao país.
A votação ocorreu sob grande expectativa das lideranças. A segurança dos corredores de acesso ao plenário da CCJ foi reforçada. Mesmo com a restrição na entrada de pessoas, o plenário ficou lotado, com vários parlamentares em pé.


  Mais notícias da seção Política no caderno Política
21/08/2017 - Política - Governo tenta retomar reforma da Previdência
Os planos no governo devem esbarrar em um Congresso cada vez mais focado na reforma política...
08/08/2017 - Política - Governo avalia pacote de aumento de impostos
Entre as propostas em estudo está a criação de uma alíquota de 30% ou 35% de Imposto de Renda para quem ganha mais de R$ 20 mil mensais...
08/08/2017 - Política - MAR DE LAMA: Justiça suspende ação por homicídio no caso Mariana
Distrito de Bento Rodrigues foi destruído pelo rompimento da barragem da mineradora Samarco...
08/08/2017 - Política - Temer faz agrado a Doria por reforma da Previdência
O presidente espera pelos votos da bancada do PSDB para aprovar a reforma mais polêmica de seu governo...
03/08/2017 - Política - Caixa arrecada R$ 7,6 bilhões em loterias
Do valor arrecadado, R$ 3,6 bilhões foram repassados a programas sociais nas áreas de saúde, educação, esportes, segurança, cultura e seguridade, conforme definição legal...
03/08/2017 - Política - Câmara rejeita denúncia contra Michel Temer
Com o impedimento da autorização, caberá ao presidente da Câmara dos Deputados comunicar ao STF o resultado da votação e a impossibilidade de abrir investigação...
02/08/2017 - Política - MPs denunciam tentativa de obstrução dos governos
MPs do Brasil e da Argentina denunciam tentativa de obstrução dos governos...
02/08/2017 - Política - Uerj adia início das aulas por condições precárias
Reitor da UERJ, Ruy Garcia Marques: crise sem precedentes...
02/08/2017 - Política - Lula se comportava como dono do sítio, diz Moro
O magistrado elencou o conjunto de provas que, segundo ele, "permitem, em cognição sumária"...
02/08/2017 - Política - Juiz decide que distinção de preços não é ilegal
A Justiça determinou que a União deixe de aplicar a Nota Técnica que dispõe sobre a ilegalidade na diferenciação de preços entre homens e mulheres até decisão final...



Capa |  Hortolândia  |  Política  |  RMC/RPT
Busca em

  
6931 Notícias