| Login | Crie o seu Jornal Online FREE!

Clipping CMH
Desde: 11/11/2014      Publicadas: 6484      Atualização: 27/04/2017

Capa |  Hortolândia  |  Política  |  RMC/RPT


 Política
  20/04/2017
  0 comentário(s)


Delatores reforçam suspeitas contra Lula em caso de sítio e de terreno
Delatores reforçam suspeitas contra Lula em caso de sítio e de terreno

Depoimentos de delatores da empreiteira Odebrecht reforçam as suspeitas de que a construtora concedeu benefícios pessoais ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ao realizar obras em um sítio em Atibaia (SP), usado pela família do petista, e ao comprar um terreno em São Paulo para abrigar o Instituto Lula.

As supostas ações da empreiteira em favor de Lula teriam ocorrido em 2010, quando o petista ainda ocupava a Presidência da República.

O engenheiro da Odebrecht Emyr Diniz Costa Junior afirmou que recebeu cerca de R$ 700 mil em dinheiro vivo para uso no sítio por intermédio da área da empresa especializada no pagamento de propinas e de caixa dois, o Setor de Operações Estruturadas.

Costa Junior disse que comprou um cofre para guardar os valores e o destinatário final das quantias foi o então assessor da Presidência da República Rogério Aurélio Pimentel, que trabalhava sob as ordens da família de Lula.

Pimentel seria o encarregado de pagar fornecedores e prestadores de serviço.

Jorge Araujo - 05.fev.2016/Folhapress
ATIBAIA SP Brasil 05 02 2016 Imagens Aereas do sitio em Atibaia frequentado pelo ex presidente Luiz Inacio Lula da Silva PODER Jorge Araujo Folha Press 703 ORG XMIT: XX
Vista aérea do sítio em Atibaia (SP) frequentado por Lula e familiares

Segundo o engenheiro, a Odebrecht bancou a compra de equipamentos de sauna, a expansão da piscina e a construção de uma edícula com quatro quartos e um depósito para abrigar uma adega, entre outras benfeitorias.

Já a suposta aquisição de um terreno para o Instituto Lula foi objeto de um depoimento de Marcelo Odebrecht, ex-presidente do grupo.

De acordo com o executivo, a Odebrecht aceitou realizar a compra da propriedade no valor de R$ 10 milhões, mas descontou o montante de um crédito que estava reservado pela empresa ao PT.

Um negócio simulado para esconder a participação da Odebrecht nessa operação teria sido foi feito com a participação do advogado e compadre de Lula, Roberto Teixeira, e da construtora DAG, que pertence a um amigo de Marcelo, relatou o executivo.

Porém, após essa transação Lula teria decidido não usar o imóvel pois preferia uma local mais "popular" e próximo a uma estação de metrô, disse Marcelo.

Em nota, o Instituto Lula afirma que o ex-presidente não pediu nem autorizou ninguém a pedir que fossem feitas reformas no sítio, e nunca foi proprietário do imóvel.

Em relação à propriedade na capital, o instituto relata que nunca recebeu qualquer terreno da Odebrecht.

Roberto Teixeira afirma que jamais praticou atos ilegais em 47 anos de advocacia.



  Mais notícias da seção Política no caderno Política
27/04/2017 - Política - Reforma trabalhista é aprovada na Câmara; veja como votou cada deputado
Reforma trabalhista acaba de ser aprovada na Câmara dos Deputados. Projeto do governo Temer representa o maior ataque aos direitos dos trabalhadores em todos os tempos. Apenas oito partidos orientaram voto contra. Veja como votou cada deputado...
26/04/2017 - Política - Reformas não podem ser conduzidas sem debate, diz CNBB. Bispos pedem greve
O Executivo e o Congresso são pouco sensíveis às manifestações da sociedade sobre as mudanças na Previdência e na legislação trabalhista, diz a CNBB...
26/04/2017 - Política - Quem vai aderir à greve geral de 28 de abril?
Centrais sindicais e categorias como metroviários, bancários, professores e motoristas devem participar da paralisação...
26/04/2017 - Política - Com a reforma trabalhista, o poder do empregado fica reduzido a pó
Para pesquisadora de sociologia do trabalho, a aprovação da reforma trabalhista conduzirá ao aumento da violência e da desigualdade...
25/04/2017 - Política - Mídia ignora críticas à reforma da Previdência
O espaço para vozes contrárias é raro e o apoio à proposta do governo é amplo: vai de 62%, no caso da Record, a 91%, no da TV Globo...
25/04/2017 - Política - Ministro da Justiça admite que entregou a Funai ao PSC
A autarquia é subordinada ao MJ, mas Osmar Serraglio diz desconhecer seus rumos pois o responsável por ela é o deputado André Moura, líder do governo...
25/04/2017 - Política - Por pressão dos patrões, Temer pode vetar fim da contribuição sindical
Entidades como Fiesp, CNI e CNC são contra extinção da taxa; proposta retira R$ 500 milhões do Ministério do Trabalho...
24/04/2017 - Política - Reformas trabalhista e previdenciária devem avançar nesta semana
Mudanças na CLT vão a voto na quarta-feira. Alterações na Previdência Social serão debatidas em três sessões...



Capa |  Hortolândia  |  Política  |  RMC/RPT
Busca em

  
6484 Notícias