| Login | Crie o seu Jornal Online FREE!

Clipping CMH
Desde: 11/11/2014      Publicadas: 6931      Atualização: 06/09/2017

Capa |  Hortolândia  |  Política  |  RMC/RPT


 Política

  03/08/2017
  0 comentário(s)


Nenhuma razão justifica autorização para inquérito

Nenhuma razão justifica autorização para inquérito
O deputado Paulo Abi-Ackel (PSDB-MG), relator do parecer que recomenda a rejeição da denúncia de corrupção contra o presidente Michel Temer na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), defendeu em discurso na Câmara a política econômica do peemedebista para recuperar a economia brasileira e afirmou que nenhuma razão justificaria a autorização para o inquérito.
"O País está se levantando da depressão que o afligia. Será este o momento adequado para promover a destituição do presidente da República?", perguntou ele em seu discurso. "É preciso reconhecer mudanças positivas que o novo governo fez na economia "
Abi-Ackel disse que o presidente Michel Temer assumiu o Planalto após o impeachment de Dilma Rousseff em meio à inflação alta, indústria parada e o Produto Interno Bruto (PIB) em seguidas quedas. Além disso, as agências internacionais de classificação de risco vinham rebaixando o rating soberano do Brasil.
O parlamentar citou ainda que havia naquele momento "desastres na Petrobras e no setor elétrico". "Consta dos registros históricos a desolação do País quando Temer assumiu", disse Abi-Ackel. "O presidente optou pelo enfrentamento da crise através de remédios amargos, mas necessários", completou ele, ressaltando que ainda há muito o que fazer.
Abi-Ackel ressaltou que o governo de Temer se instalou no Planalto em meios às "mais dramáticas situações" e logo adotou medidas "duras e urgentes" para recuperar a economia. "Há muito o que se fazer, ousar, corrigir", disse ele, destacando que algumas melhoras já são visíveis, como o PIB que parou de apresentar números negativos. "O que se discute é o aumento do índice de crescimento da economia brasileira", disse ele.
O deputado mencionou a JBS em seu discurso, ressaltando que a empresa se beneficiou de juros baixos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Abi-Ackel ressaltou ainda reformas estruturais tocadas por Temer e que o preço pago pelo peemedebista por adotar essas medidas foi a queda de sua popularidade.
No plenária da Câmara, enquanto o parlamentar fazia seu discurso, 74 deputados haviam registrado presença. "O julgamento na Câmara é de natureza política", afirmou o parlamentar, ressaltando que é equivocada a "concepção simplista" que a instauração do processo contra Temer assegura impunidade.


  Mais notícias da seção Política no caderno Política
21/08/2017 - Política - Governo tenta retomar reforma da Previdência
Os planos no governo devem esbarrar em um Congresso cada vez mais focado na reforma política...
08/08/2017 - Política - Governo avalia pacote de aumento de impostos
Entre as propostas em estudo está a criação de uma alíquota de 30% ou 35% de Imposto de Renda para quem ganha mais de R$ 20 mil mensais...
08/08/2017 - Política - MAR DE LAMA: Justiça suspende ação por homicídio no caso Mariana
Distrito de Bento Rodrigues foi destruído pelo rompimento da barragem da mineradora Samarco...
08/08/2017 - Política - Temer faz agrado a Doria por reforma da Previdência
O presidente espera pelos votos da bancada do PSDB para aprovar a reforma mais polêmica de seu governo...
03/08/2017 - Política - Caixa arrecada R$ 7,6 bilhões em loterias
Do valor arrecadado, R$ 3,6 bilhões foram repassados a programas sociais nas áreas de saúde, educação, esportes, segurança, cultura e seguridade, conforme definição legal...
03/08/2017 - Política - Câmara rejeita denúncia contra Michel Temer
Com o impedimento da autorização, caberá ao presidente da Câmara dos Deputados comunicar ao STF o resultado da votação e a impossibilidade de abrir investigação...
02/08/2017 - Política - MPs denunciam tentativa de obstrução dos governos
MPs do Brasil e da Argentina denunciam tentativa de obstrução dos governos...
02/08/2017 - Política - Uerj adia início das aulas por condições precárias
Reitor da UERJ, Ruy Garcia Marques: crise sem precedentes...
02/08/2017 - Política - Lula se comportava como dono do sítio, diz Moro
O magistrado elencou o conjunto de provas que, segundo ele, "permitem, em cognição sumária"...
02/08/2017 - Política - Juiz decide que distinção de preços não é ilegal
A Justiça determinou que a União deixe de aplicar a Nota Técnica que dispõe sobre a ilegalidade na diferenciação de preços entre homens e mulheres até decisão final...
01/08/2017 - Política - FGTS só pode ser sacado por doentes ou presos
O banco orienta os trabalhadores a acessar o endereço ou ligar para 0800-726-2017, para que possam saber o valor, a data e o local mais convenientes para os saques...



Capa |  Hortolândia  |  Política  |  RMC/RPT
Busca em

  
6931 Notícias